O que se avizinha para as criptomoedas e a Web3?

Tecnologia

0 MIN DE LEITURA

2022 será mais um ano inovador para as criptomoedas e o desenvolvimento da Web3. Para sabermos mais sobre o tema, perguntámos a algumas das mentes mais inteligentes da indústria as suas previsões para este ano.

2021 foi um ano decisivo para as criptomoedas. Graças ao boom dos NFT (tokens não fungíveis), que explodiu para um mercado de 40 mil milhões de dólares, e um máximo histórico da Bitcoin de 68 000 dólares em novembro, as criptomoedas depararam-se com um crescimento astronómico ao longo do ano. De facto, o conjunto do mercado das criptomoedas cresceu até alcançar o surpreendente valor de 2 biliões de dólares de capitalização de mercado até finais de 2021.

Mas e o que se antevê para o mundo das criptomoedas em 2022? Pedimos aos especialistas que nos dissessem como vislumbram que o desenvolvimento das criptomoedas vai continuar durante este ano, e o que podemos esperar da disrupção em curso da Web3.

Jan Hartmann, Diretor de Estratégia, Banxa

Prevemos que 2022 seja mais um ano entusiasmante para as criptomoedas, e o ano em que veremos uma continuação da adoção dos mercados de massa, com a evolução dos NFT e um crescimento continuado do GameFi. Relativamente à Web3, estamos agora a assistir a mais interrupções nas aplicações Web2, especialmente nas redes sociais e conteúdos. Iremos passar a estar também mais habituados a usar uma carteira Web3 como login universal de aplicações Web3 – em vez de nomes de utilizadores e palavras-passe.

Além disso, veremos o modelo de governação das DAO (organizações autónomas descentralizadas) evoluir, enquanto as taxas de gás Ethereum vão diminuir e o número de transações irá aumentar, com a adoção de soluções em escala da Ethereum. Por último, as CBDC (moeda digital do banco central) também serão um tema interessante a acompanhar durante o ano. Esperam-nos tempos excitantes pela frente!

Helen Hai, Diretora de Binance NFT, Binance

2021 foi um ano determinante para as criptomoedas e o blockchain, por entre muitos títulos de jornais e recordes. Apesar de a adoção estar a crescer, ainda estamos numa fase inicial. No universo das criptomoedas, 2022 vai abraçar uma adoção mais generalizada, e haverá mais empresas a aceitarem criptomoedas como forma de pagamento.

Falemos agora de blockchain. Estamos a testemunhar um conceito que rapidamente se está a tornar o novo normal: a forma como as pessoas transacionam dinheiro, jogam videojogos, apreciam arte e um longo etcétera. As pessoas estão a usar termos como GameFi, DeFi, Metaverso e SocialFi nas suas conversas diárias.

 

Estas ideias vão continuar a desenvolver-se em 2022 e a estabelecer mais pontes entre o mundo fiat e o das criptomoedas. Vão surgir novos projetos em cena à medida que o Metaverso e o DeFi continuam a crescer. Enquanto o SocialFi e o GameFi vão liderar o DeFi 2.0, os NFT vão determinar a propriedade e impulsionar mais adoção de criptomoedas em 2022.

Relativamente aos NFT em específico, normalmente gosto de decompor o tema em quatro tendências-chave:

  • Adoção em Massa dos NFT;
  • Projetos GameFi, impulsionados por grandes programadores e editores da indústria AAA;
  • Perturbação de mercados tradicionais como o da música, da bilhética e do entretenimento;
  • NFT dinâmicos que se integram em eventos do mundo real.

À medida que o Metaverso, o GameFi e o SocialFi crescem, mais utilizadores vão entrar no mundo das criptomoedas graças à melhoria das rampas de conversão fiat–criptomoedas, o que aumentará a adoção de criptomoedas tanto em ambientes descentralizados como centralizados. Em geral, 2022 será um ano atarefado para o desenvolvimento do blockchain e de criptomoedas, pois continuamos a construir e a avançar.

Alex Lutskevych, CEO, CEX.io

Com a adoção dos consumidores a disparar ao longo de 2021, os reguladores começaram a procurar formas de estabelecer normas para as operações de intercâmbio de criptomoedas. O desafio das bolsas aqui recai sobre os reguladores que utilizam moldes tradicionais para dar forma a uma indústria de ponta que nem sempre é comparável ao antigo sistema financeiro. Dito isto, os participantes no mercado devem saber dar resposta ao desafio de encontrar um equilíbrio entre inovação de ponta e incorporação nos quadros regulamentares existentes. As bolsas que conseguirem alcançar este equilíbrio estarão prontas para vencer. 

A somar aos desafios regulamentares estão a ascensão dos sistemas de pagamento digitais, que começam a oferecer serviços relacionados com criptomoedas. No entanto, no meio da intensificação da concorrência, as bolsas também têm amplas oportunidades de crescimento, dado usufruírem de uma melhor integração a nível de blockchain, a par de um aumento da adoção dos consumidores. Por exemplo, o aumento das criptomoedas Proof-of-Stake (PoS) vem com o potencial de adicionar novos serviços e atrair mais clientes, trazendo soluções para as massas que de outra forma seriam demasiado técnicas e inacessíveis para o consumidor médio. Esta dinâmica será um catalisador para o crescimento em 2022.

Max Rothman, VP Crypto, Checkout.com

O crescimento maciço das criptomoedas que vimos em 2021 continuará sem dúvida em 2022. A adoção de criptomoedas está a ser impulsionada por uma série de fatores, mas talvez o mais significativo é que é agora mais simples e comum entrar neste mundo, tanto para consumidores como para empresas.

Em especial, vejo a adoção dos NFT como um catalisador que expandirá pela primeira vez a base de utilizadores de criptomoedas ao longo do ano. É provável que estes utilizadores se interessem por outras áreas do universo 'cripto'.

Embora os NFT tenham começado como objetos digitais para colecionar, os seus casos de uso são infinitos e, em 2022, espero ver a digitalização de itens mais tangíveis do nosso dia a dia. Isto poderia incluir todo o tipo de objetos que requerem validação de propriedade, tais como documentos de identidade, certificados de vacinas, escrituras de imóveis, bilhetes para eventos, etc. No entanto, a área onde antecipo a maior oportunidade de crescimento é em GameFi, e espero ver as principais marcas de jogos globais a mudarem-se para estes modelos Play2Earn.

Joonas Jarvinen, Diretor de Investimento, Coinmotion

É difícil prever qual vai ser a criptomoeda "em voga", mas como membros da indústria, a nossa equipa está melhor posicionada para oferecer um prognóstico correto. Estas são as criptotendências que muitos dos nossos colegas da Coinmotion estão interessados em ver durante 2022.

As instituições e high-net-worth individuals, ou indivíduos com um elevado património líquido, foram um dos segmentos de maior crescimento na Coinmotion em 2021. E esperamos continuar a crescer, já que os investidores mais tradicionais começam a querer diversificar as suas carteiras em criptomoedas. Além disso, e embora muitos dos nossos colegas na Coinmotion sejam pagos em criptomoedas há anos, foi durante 2021 que vimos políticos, atletas e celebridades também a receber em Bitcoin. Com a inflação dos EUA em números recordes, prevemos que a população em geral comece a receber parte dos seus salários em Bitcoin para cobrir os riscos da inflação.

Diretor de Fiat, KuCoin

Em 2021, a indústria das criptomoedas teve um crescimento meteórico. E em 2022 e mais além, continuará a evoluir numa direção mais descentralizada. Com os NFT e o universo Meta no auge, vemos que a era da Web 3.0 se aproxima a passos largos. No processo de passar da Web 2.0 para a Web 3.0, a SocialFi (social finance) é considerada a próxima fronteira da indústria, o que pode ter um profundo impacto no seu futuro desenvolvimento.

Para responder às exigências sociais cada vez maiores, a KuCoin está a transformar-se numa plataforma encriptada que fornece funcionalidades «sociais» e as combina com «transações» para oferecer aos utilizadores uma nova forma de interação e experiência.

Geoffrey Lyons, Redator Principal, MoonPay

Em 2022 haverá certamente uma maior participação institucional, e grandes nomes das finanças ficarão atrás da Goldman Sachs, BNY Mellon, Morgan Stanley, Wells Fargo, BlackRock, entre outras empresas que já abraçaram as criptomoedas em maior ou menor medida. Este é o efeito Lindy em ação: quanto mais tempo algo dura, maior é a probabilidade de continuar a existir no futuro. À medida que as criptomoedas continuam a resistir ao teste do tempo, um gotejo constante do Quem É Quem na área financeira irá aproveitar o seu potencial, relutantemente ou não.

Do lado do consumidor, enquanto no zodíaco chinês 2021 foi o ano do boi, para a comunidade cripto foi o ano de Shiba Inu. Dois momentos memoráveis dos últimos 12 meses (celebrados e desprezados por igual, dependendo a quem perguntar) foram quando a Dogecoin chegou ao top 10 das criptomoedas através da capitalização de mercado, e a Shiba Inu – sua spin-off e autoproclamada rival cripto – a ultrapassou. A não ser que a internet abandone de repente a sua tendência para o humor em memes, espera-se que ou a ascensão de outra piada-transformada-em-sucesso-da-noite-para-o-dia faça correr tinta (há spin-offs dos spin-offs a aguardar à margem) ou uma considerável retoma de uma destas duas moedas caninas.

Antoni Trenchev, cofundador e sócio-administrador, Nexo

Não estou à procura de uma repetição do último «criptoinverno». É inegável que nos esperam tempestades nos âmbitos legislativo e macroeconómico, e no atual clima de aversão ao risco não se pode descartar outra descida para valores entre os 28 000 e os 30 000 dólares. A Bitcoin está a ser afetada por uma onda de aversão ao risco. O medo e o mal-estar entre os investidores são palpáveis. Se virmos uma maior venda de ações, devemos esperar que a Reserva Federal dos EUA intervenha verbalmente para acalmar os ânimos, e será então que a Bitcoin e as outras criptomoedas vão voltar recuperar.

2022 vai ser agitado, mas o que me entusiasma em 2022 é o metaverso. O «nascimento» e uso do termo metaverso é uma bela confusão, e tem muito potencial. Será um dos temas mais importantes do próximo ano: o metaverso, a construção de infraestruturas, e depois os NFT que irão fazer parte da economia nesse universo.

De olhos postos em 2022

Como ficámos a saber, há muito a considerar no mundo cripto para 2022, desde as DAO, até uma maior adoção do GameFi, do SocialFi e das stablecoins, entre outros. Na Checkout.com, estaremos atentos e a construir ferramentas para a evolução que se avizinha neste segmento. Para mais informações sobre como o mundo está a mudar para dar resposta aos desafios de um mundo Web3, siga o nosso blog ou os nossos canais nas redes sociais.

Escrito na 12/01/2022 por

author image

Ashley Paulus

VP Customer Success, Checkout.com

Fique a par de todas as novidades relativas a pagamentos